Luma Elora Aislin

Luma Elora Aislin
Sabá de Ostara

quarta-feira, 15 de agosto de 2007

Pequeno pensamento sobre a auto estima.




Penso ser a auto estima o substrato do viver, quando temos auto estima nosso viver cresce forte, com substância, com vigor. É quando observamos aquelas pessoas brilhantes, que vivem intensamente cada momento, apreciam coisas ínfimas, dão gostosas gargalhadas com uma piada de 20 anos atrás, que já ouviu trocentas vezes, mas e daí, se é engraçado, é para rir! E, elas riem com um vigor, um calor, que aquele riso se esparrama, te contagia, te faz rir, mesmo sem nem saber da piada, e depois quando te observas, estás leve, sereno, feliz!

O poder da auto estima é o de deixar que se desenvolvam as qualidades do espírito, para que, essas possam curar os bloqueios, os desafios, por isso se diz que não há cura, enquanto o doente não querer a cura da doença, enquanto ele não quer se curar! E, observando todas essas almas, nota-se, invariavelmente a falta de auto estima, eu não me estimo, não tenho direito a ter prazer, alegria, saúde, amor, respeito, isso se repete como mantra, muitas e, na maioria das vezes, a nível inconsciente, por fora há uma capa, uma máscara de satisfação, de realização com a vida, mas se observarmos de perto, para dar um exemplo, são aquele tipo de pessoas, que tem fome, sente a fome, abre a geladeira, que está abarrotada, vai nos armários, sabe-se lá onde mais, olha em volta com aquele ar enfastiado e diz: Quero comer! Estou com fome, mas não sei de que! Não consigo saber o que quero comer! Olha para a mulher e diz alegremente : Vamos jantar fora querida! E essas insatisfações se repetem, mudam os cenários, os graus, maiores ou menores, mudam os cenários, do teatro da vida humana, mas a essência é sempre a mesma..........O VAZIO, que se instala, lenta e sorrateiramente! A auto estima é um substrato onde adubamos com carinho, e aí plantamos os temperos da vida, a paixão, a alegria, a leveza, a solidariedade, o companheirismo, o dividir.......

Bençãos de luz infinita, e que o mundo possa encontar mais auto estima, mas de ante mão já aviso! Não está à venda nem na mercearia da esquina e muito menos na Quinta Avenida em NY. A auto estima está bem aí, dentro de ti, dentro de mim, é um dos primeiros tesouros........acho que ela é um pózinho mágico que está no fundo do Gral.


Luma Elora Aislin.

Um comentário:

mestra dos sonhos disse...

OLÁ ENTREI PARA VER E GOSTEI APROVEITEI E COPIEI ALGUMAS FOTO DAQUI E COLOQUEI LÁ NO MEU ORKUT, POREM TODAS ESTÃO COM A IDENTIFICAÇÃO DO SITE DE ONDE ELAS FORAM TIRADAS.MEU E-MAIL É mariajosecordeiro@gmail.com.

grato